Magia Zen

Atração do Amor Universal Místico e Esotérico

“O MagiaZen preparou novidades para este semestre, e entre elas estão os cursos que nossos leitores pediram.”

E para abrir com chave de ouro, o curso tão esperado pelas bruxas o ano inteiro, “O Despertar das Bruxas”.

O MagiaZen tem o prazer de trazer para vocês:

O Despertar da Bruxa

O reviver da força do feminino primordial,

Você aprende a usar o seu poder de carisma, liderança, sedução, fascínio, projeção e proteção…

Tema do Ano: O Sonho de Lilith

Dias: 08, 09, 10, 11 e 12 de Outubro;

######################

Você nunca mais vai esquecer…


Ao entrar em contato, diga que é leitor do MagiaZen.

Existem poucas vagas, então ligue já.

Caso nossos leitores ultrapassem as vagas, vamos negociar um Despertar da Bruxa II.

E fique conosco nos próximos posts, onde traremos mais cursos!

Magia organizada.

Realizando uma lista de verificação pré-magia.

VERIFIQUE SEMPRE os correspondentes:

◊ As fases da Lua;

◊ O planeta / a cor da vela;

◊ O horário;

◊ O dia da semana;

◊ A cor da vela para a Deusa:

◊ A cor da vela para o Deus;

◊ As velas dos elementares.

◊ A cor certa do encanto desejado;

◊ As orações apropriadas;

O ambiente adequado.

Escolher e reservar os incensos, velas, ervas e essências compativeis ao ritual escolhido.

◊ Colocar todas as suas ferramentas e tudo que for usar em uma sala que não será perturbado(a).

◊ Expulse qualquer energia negativa para fora da sala usando a sua vassoura.

◊Limpar e purificar tudo o que você estará usando dentro do círculo com o sal.

◊ De preferência tomar banho antes do ritual;

◊ Tocar o seu sino do altar três vezes para começar a cerimônia de magia.

◊ Abrir o círculo com potência, proteção e energia positiva.

◊ Chamar os quatro espíritos guardiões e suas luzes elementares.

◊ Chamar a deusa da lua e acender a sua vela.

◊ Chamar o deus do sol e acender a sua vela.

◊ Acenda a vela principal ou velas e dizer as palavras de seu feitiço, liberar as energias.

◊ Dar bênçãos e graças à Deusa da Lua;

◊ Dar bênçãos e graças ao Deus do Sol;

◊ Dar bênçãos e graças aos espíritos guardiões;

◊ Fechar o círculo.

◊ Tocar o seu sino do altar três vezes para fechar a cerimônia de magia.

◊ Coloque de lado todos os itens que você deseja manter e os demais para enterrar.

Nota: sempre escreva seu ritual, ajuda a não esquecer muita coisa!

Limpeza e banho purificador!

COISAS QUE VOCÊ PODE PRECISAR:

Sal grosso para limpar e purificar a água do banho.

Um fósforo para acender a vela e o incenso.

Seu incensário para conter o seu incenso, e um incenso que mais lhe agrade.

Sua vela de cor favorita colocada em um lugar seguro em um suporte de velas.

Um vestido ou roupão a ser utilizada após a sua limpeza e banho purificador, de preferência branco.

Acenda um incenso e prepare seu banho com somente água.

Acenda a vela chamando a Deusa da Lua e Deus do Sol, dizendo as seguintes palavras:

“COMO PRESENTE DE LUZ DE VELAS,
Invoco A Deusa da Lua
E Deus Sol
Para ouvir meu apelo,
Para transmitir a sua energia positiva
agora através de mim. “

Quando entrar no banho, espalhe uma pequena quantidade de sal purificando no sentido horário ( se for de chuveiro espalhe por cima do corpo), circular toda a água do banho, dizendo as seguintes palavras:

“Como eu espalho este sal,
Me limpo e purifico
Esta água que me banha.
Unida com este sal,
Só aumenta meu poder.
Todas as energias negativas.
Este sal vai tirar,
Tudo agora está limpo e purificado,
Dentro e fora de mim.
Assim Seja
E bendito seja. “

Usando somente as mãos jogue a água de cima para baixo do seu corpo.

Você deve cobrir cada parte do seu corpo, incluindo o seu rosto e cabelo. Repita até se sentir completamente relaxado(a).

Quando estiver pronto(a) para sair do banho, apague a vela dizendo as seguintes palavras:

“Eu … (seu nome),
Recebo suas bênçãos
Deusa da Lua
e Deus-Sol
E me despeço agradecido(a)
Até nos encontrarmos novamente. ”
“Assim Seja
e Bendito Seja. ”

Depois de sair do banho colocar sua roupa macia e cheirosa, já que está totalmente limpo(a) e purificado(a).

Agora você está em paz.

Magia da limpeza de suas ferramentas com o sal.

Para consagrar, limpar e purificar todas as suas ferramentas!

O sal é um forte purificador para limpar e purificar todos os seus itens.

Você pode fazer esta limpeza diretamente em seu altar ou utilizar de outro local tranquilo.

O importante é começar a salpicar formando um pentagrama de sal numa distância de 30 cm de altura sobre os objetos, e de preferência em cima do seu pentagrama.

Reuna todas as ferramentas que você vai usar no seu feitiço ou sabá e coloque-os em uma sala ou local onde não vai ser perturbado.

Quando estiver pronto, coloque uma pequena quantidade de sal na palma da sua mão, em seguida, comece a polvilhar o sal em uma direção circular no sentido horário sobre todas as ferramentas que você vai usar.

Diga as palavras a seguir como fazer isso:

“Como eu salpico este sal,

Só faço limpá-los e purificá-los.

Como eu salpico este sal,

Só faço para aumentar meu poder.

Como eu salpico este sal,

Mando para fora todas as energias negativas.

Como eu salpico este sal,

Só faço para aumentar minha vontade.

E uma pitada deste sal fará,

Que tudo agora fique limpo e purificado.

Assim Seja

E bendito seja. “

Todas as ferramentas que você vai usar estão limpos e purificados.

Você pode deixar as ferramentas mesmo que não vá utilizá-las, mas para ter as energias delas sempre prontas para usar.

Use também este processo para limpeza de amuletos e talismãs.

Magia dos elementos.

Neste exercício não importa qual elemento rege seu signo, pois a intenção consiste em ativar a energia de todos os elementos para transformar todas as áreas de sua vida.

Ativando as energias em grupo dos elementos você poderá curar, controlar ou transformar ao mesmo tempo a energia desequilibrada do seu corpo.

Veja um resumo de informações sobre cada elemento:

O elemento ar governa a nossa capacidade mental de pensar e de planejamento, bem como a comunicação.

O elemento fogo governa a vontade, o desejo, a alegria, o entusiasmo e a raiva.

O elemento água governa os sentimentos, as emoções, a paixão, a comunicação psíquica, a vidência, a adivinhação e a cura.

O elemento terra governa a praticidade, a estabilidade, a serenidade de existência e reestabilização, e sua manifestação.

Faça um pequeno mas significativo ritual agregando as velas das cores dos elementos e se quiser, uma vela branca para representar o quinto elemento.

Lembre-se de abrir e fechar um círculo de proteção e mentalizar a energia significativa de cada vela ao acendê-las.

De preferência veja nos posts anteriores o elemental que governa cada elemento (ex: Djin é o rei do fogo) e peça a presença deles no ritual.

O importante é dedicar este ritual a sua totalidade, à sua energia corporal e espiritual, e se conectar à todos os elementos.

Agora tudo que você tem que fazer é montar o ritual (local, ferramentas, etc…) e alinhar suas energias.

Boa Sorte!

Reciclar garrafas PET!

Como vocês já sabem, nós bruxas e bruxos somos amantes da natureza e adoramos reciclar.

O MagiaZen por sua vez não podia deixar de passar esta idéia aos seus leitores:

RECICLAGEM INTERESSANTE PARA FECHAR SAQUINHOS DE MANTIMENTOS!

Corte o pescoço da garrafa plástica, conforme a foto (a foto mostra tesoura, mas pode ser usada uma faca);

Passe o saco plástico através da abertura do pescoço da garrafa que foi cortada.

Feche com a própria tampa da garrafa. É melhor do que clips plásticos (ou prendedores de roupa), que você tem que comprar.

Use esta idéia com criatividade e poderá inventar outras utilidades para vários produtos.

AMIGOS ESPIRITUAIS

(para quem gosta do assunto)

A providência Divina manifesta-se, incessantemente, em todas as situações e lugares, proporcionando vasta gama de recursos, com vistas à proteção, ao futuro e ao progresso das criaturas.

Esse amparo acontece de infinitos modos.

Um deles dá-se por intermédio de tutores espirituais, conhecidos pelo nome de guias ouamigos espirituais.

É grandiosa e sublime a missão dos guias espirituais, pois revela a providência, bondade e a justiça do Criador para com seus filhos, provendo-os de meios para o aperfeiçoamento.

Kardec classificou os guias espirituais em três categorias:

Espíritos protetores
Espíritos familiares
Espíritos simpáticos

O Espírito protetor ou anjo guardião, é sempre um bom Espírito, mais evoluído.

Trata-se de um orientador principal e superior.

Sua missão assemelha-se à de um pai para com seus filhos: a de orientar o seu protegido pela senda do bem, auxiliá-lo com seus conselhos, consolá-lo em suas aflições.

A missão dos Espíritos protetores tem duração prolongada, pois estes acompanham o protegido desde o nascimento até sua desencarnação.

Sua atuação não é de intervenção absoluta em nossas vidas.

Evita tomar decisões por nós respeitando o nosso livre arbítrio.

Sente-se feliz quando acertamos e se entristece quando erramos, mas sabe que mais cedo ou mais tarde, o seu tutelado voltará ao bom caminho.

O amigo espiritual comparece quando é invocado, por meio de uma simples prece.

Exercem supervisão geral sobre nossas existências, tanto no aspecto intelectual, incluindo as questões de ordem material, quanto moral, emprestando ênfase a esta última,por ser a que tem preponderância em nosso futuro de seres imortais.

Os Espíritos Familiares são orientadores secundários.

Embora menos evoluídos, igualmente querem o nosso bem.

Podem ser os Espíritos de nossos familiares ou amigos.

Seu poder é limitado e sua missão é mais ou menos temporária junto ao protegido.

Ocupam-se com as particularidades da vida íntima do protegido por ter com ele mais intimidade e vínculos sentimentais.

Por exemplo, quando o protegido está recalcitrante e não ouve os conselhos superiores ou apresenta comportamento enigmático.

Podem influenciar na decisão de um casamento, nas atividades profissionais ou mesmo na tomada de decisões importantes.

Só atuam por ordem ou permissão dos Espíritos protetores.

Já os Espíritos Simpáticos podem ser bons ou maus, conforme a natureza das nossas disposições.

Ligam-se a nós por uma certa semelhança de gostos, de acordo com nossas inclinações pessoais.

Se simpatizam com nossos ideais, com nossos projetos, procuram nos ajudar e, muitas vezes tomam nossas dores contra nossos adversários, situação em que não conta com o beneplácito dos Espíritos protetores.

A duração de suas relações que também são temporárias, se acha subordinada a determinadas circunstâncias, vinculadas à persistência dos desejos e do comportamento de cada um.

Portanto, ninguém, absolutamente ninguém, está desamparado.

Entretanto, Deus não nos atende pessoalmente, conforme nossos caprichos, mas por intermédio das suas leis imutáveis de seus mensageiros, isto é, Deus auxilia as criaturas por intermédios das criaturas.

Os anjos ou protetores espirituais de hoje são os homens de ontem, que evoluíram, deixando para trás a animalidade.

Essa ligação e interdependência entre os Espíritos das diversas faixas evolutivas, em permanente contato com o plano físico, formam o caleidoscópio da grande família universal, evidenciando as leis da unidade e da solidariedade entre os seres.

Deus, nosso Pai, não nos quer como autômatos, mas sim como parceiros, criadores.

Ele quer que tenhamos a ventura de alcançar a perfeição pelas próprias forças, desfrutando o mérito da vitória sobre nós mesmos.

Lembremo-nos, finalmente, de que cada um de nós, encarnados, também pode e deve amparar o próximo, de acordo com a nossa capacidade, independentemente do estágio evolutivo em que nos encontramos.

Assim, procedendo, estaremos por nossa vez, atuando como auxiliares dos guias espirituais, para o cumprimento dos desígnios divinos, na infinita escala que dá acesso aos cumes evolutivos.

“Tem cuidado para que te não afastes psiquicamente do teu anjo guardião.

Ele jamais se aparta do seu protegido, mas este, por presunção ou ignorância, rompe os laços de ligação emocional e mental, debandando da rota libertadora.

Quando erres e experimentes a solidão, refaze o passo e busca-o pelo pensamento em oração, partindo de imediato para a ação edificante.”

(Joana de Ângelis)

Sexta-feira de Vênus.

Numa sexta-feira de sua preferência (o importante é você estar de bem com a vida), faça este delicioso ritual:

Pegue um punhado de terra ou areia, o suficiente para desenhar um estrela de cinco pontas. A terra vai selar seu pacto de amor.

Desenhe esta estrela de cinco pontas num chão onde não vente muito e não tenha nada muito perto, pois vai ter que acender velas.

Em cada ponta desta estrela de cinco pontas feita de terra, acenda uma vela rosa se quiser manter um relacionamento e vermelha se quiser conquistar alguém.

Então, após acender as velas coloque um bilhetinho no meio da estrela descrevendo como gostaria que fosse este romance, desde a aparencia e o jeito do fulano(a) até o desenrolar do relacionamento.

Faça de preferência até as 18:00hs e deixe que as velas queimem até terminar. (sempre atento(a) nas condições do local para não causar incêndio)

Depois que terminar de queimar as velas, pegue seu bilhetinho e beije-o bastante, até cansar e guarde-o numa gaveta que ninguém mexa até realizar seu desejo.

Ah, desmanche a estrela de terra e limpe o local, ok!

Boa sorte!

O amor é uma arte.

Dia desses, quando recusei a sacolinha plástica numa loja, ouvi da moça do caixa: mas como você faz com o seu lixo? Não foi a primeira vez que me perguntaram isso. A grande justificativa das pessoas que dizem que “precisam” das sacolinhas é a embalagem do lixo. Tudo bem, não dá mesmo pra não colocar lixo em saco plástico, mas será que não dá pra diminuir a quantidade de plástico no lixo? Melhor do que encher diversos saquinhos plásticos ao longo de uma semana é usar um único saco plástico dentro de uma lixeira grande na área de serviço, por exemplo, e ir enchendo-o por alguns dias com os pequenos lixinhos da casa (da pia, do banheiro, do escritório). Se o lixo é limpo, como de escritório (papel de fax, pedaços de durex, etc), pode ir direto para a lixeira sem proteção.

No caso dos lixinhos da pia e do banheiro (absorventes, fio dental, cotonetes), o melhor substituto da sacolinha é o saquinho de jornal. Ele mantém a lixeira limpa, facilita na hora de retirar o lixo e é facílimo de fazer. Leva 20 segundos. A ideia veio do origami, que ensina essa dobradura como um copo. Em tamanho aumentado, feito de folhas de jornal, o copo cabe perfeitamente na maioria dos lixinhos de pia e banheiro que existem por aí.

Veja:

Você pode usar uma, duas ou até três folhas de jornal juntas, para que o saquinho fique mais resistente. Tudo no origami começa com um quadrado, então faça uma dobra para marcar, no sentido vertical, a metade da página da direita e dobre a beirada dessa página para dentro até a marca. Você terá dobrado uma aba equivalente a um quarto da página da direita, e assim terá um quadrado.

Dobre a ponta inferior direita sobre a ponta superior esquerda, formando um triângulo, mantendo a base para baixo.

Dobre a ponta inferior direita do triângulo até a lateral esquerda.

Vire a dobradura “de barriga para baixo”, escondendo a aba que você acabou de dobrar.

Novamente dobre a ponta da direita até a lateral esquerda, e você terá a seguinte figura:

Para fazer a boca do saquinho, pegue uma parte da ponta de cima do jornal e enfie para dentro da aba que você dobrou por último, fazendo-a desaparecer lá dentro.

Sobrará a ponta de cima que deve ser enfiada dentro da aba do outro lado, então vire a dobradura para o outro lado e repita a operação.

Se tudo deu certo, essa é a cara final da dobradura:

Abrindo a parte de cima, eis o saquinho!

É só encaixar dentro do seu cestinho e parar pra sempre de jogar mais plástico no lixo!

Que tal?

Pode parecer complicado vendo as fotos e lendo as instruções, mas faça uma vez seguindo o passo a passo e você vai ver que depois de fazer um ou dois você pega o jeito e a coisa fica muito muito simples. Daí é só deixar vários preparados depois de ler o jornal de domingo!

Magia da Oração.

Eis uma pequena Oração para seu Hoje!

Hoje, peço orientação para meus medos e minhas dúvidas;

Hoje, convido minha força maior para me fortalecer;

Hoje, peço por uma consciência verdadeira;

Hoje, quero encontrar com a minha maior coragem;

Hoje, quero unir todos os meus talentos;

Hoje, peço por brilho em meu caminho;

Hoje, me expresso com criatividade;

Hoje sou:

EU sou todo poderoso;

EU sou único;

EU sou amor;

EU SOU!