Magia Zen

Atração do Amor Universal Místico e Esotérico

O Poder da Magia da Tolerância

 

Ao meu ver a evolução do ser humano está no caminho, porém a desunião e a disputa por liderança atrapalha muito o desenvolvimento da lógica e da ética.

Veja bem, todos queremos o mesmo, um mundo habitável… E, as pessoas vão por caminhos diversos que são diferentes, em suas crenças e ideologias, mas com o intuito de chegar lá, lá no mundo ideal!!!

Este ano realmente está mostrando isso, as diferenças, os preconceitos, as intolerâncias, os desacordos e as desuniões. Porém, em seguida vem a união da luta contra as barbáries, onde pessoas se juntam manifestando indignação de fatos abusivos.

 

É preciso perceber que assim como é pessoal a escolha de uma crença ou não, é preciso respeitar cada qual em sua escolha. Ou seja, convivência e tolerância.

 

Conheço todo tipo de gente, e adoro todos… Vamos lá:

Conheço Bruxo Ateu, que curte tudo da natureza mas não crê na existência de um ou mais deuses…

Conheço Bruxa Cristã, que vai a igreja, tem suas devoções e curte tudo que uma bruxa adora, manuseando ervas, incensos e velas em suas orações…

Conheço Bruxa Espírita, que ama as magias com ervas e afins, e curte todos os seres da natureza, os espíritos, as fadas, os duendes…

Conheço Bruxa Budista, que ama as tradições juntamente com os cházinhos das ervas, o poder das pedras, a energia dos elementos…

Conheço Bruxa do Candomblé, da Umbanda, Wicca… Várias crenças e todas se respeitam.

 

Religião é individual, assim como não ter religião é uma escolha pessoal e que deve ser respeitado… Aliás, o respeito tem que ser pela pessoa, pelo ser humano.

Não tem como num mundo tão grande todos gostarem das mesmas coisas, culturas são diferentes, e veja bem, não estamos falando de Leis, Regras e Normas, mas de crenças.

Respeite se seu ente tem uma fé, uma necessidade de crer, uma veneração, ou mesmo não crer ou crer que não existe um Deus, pois nada disso faz o bem ou o mal, o Bem ou o Mal está na pessoa e não no que ela diz crer.

Deixe as pessoas serem livres, para você poder ser também!!!

Tudo tem um fim…

Todos passam por algo que se inicia e termina…

É importante seguir, e entender que a vida é assim…

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.

Se insistirmos em permanecer nela mais que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos – não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedido do trabalho? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?

Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu.

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó.

Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seu marido ou sua esposa, seus filhos, seus amigos, sua irmã, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardio, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora.

Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração – e odesfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.

Deixa ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não tem data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa – NADA É INSUBSTITUÍVEL, um hábito não é uma necessidade.

Pode parecer óbvio, pode ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.

Paulo Coelho

 

A Magia está dentro de Você!

Texto para você refletir o quando o seu EU interior é o causador de tudo na sua vida…

Sua energia é que te move, seus movimentos são escolhas tuas, você escolhe se continua ou se para, ou não?

Se você não acreditar em você, quem mais irá?

Se você quer, você pode e consegue!!!

 

“Esta purificadora força da Chama é um meio inestimável para tudo que se encontra no teu caminho.

Para todas as coisas da vida diária ela está a tua disposição, gerando clareza e permitindo-te também reconhecer melhor as tuas próprias idéias e planos, preenchendo-te com forças inimagináveis, disposição e alegria.

Ela permite vencer qualquer cansaço e repelir pensamentos negativos.

Este recurso, os alquimistas procuravam em tempos passados, andando longos caminhos e buscando um Mestre que dispusesse deste remédio miraculoso em algum lugar.

Tu, meu amigo, possuis o saber deste remédio miraculoso, o elixir purificador da vida.”

QUE AINDA QUERES MAIS?

 

Fonte: Livro Regras de Ouro de Saint Germain

Você Pode Alcançar sua Estrela… Só Você por Você!!!

Recebi este e-mail de uma amiga que considero bruxa, nunca havia lido e nem sei se realmente é deste autor, mas gostei da mensagem e deixo aqui para os leitores do MagiaZen…

Espero que gostem e compartilhem!

A PORTA DO LADO

Por Dráuzio Varella

 

Em entrevista dada pelo médico Dráuzio Varella, disse ele que a gente tem um nível de exigência absurdo em relação à vida, que queremos que absolutamente tudo dê certo, e que, às vezes, por aborrecimentosmínimos, somos capazes de passar um dia inteiro de cara amarrada.

E aí ele deu um exemplo trivial, que acontece todo dia na vida da gente…

É quando um vizinho estaciona o carro muito encostado ao seu na garagem (ou pode ser na vaga do estacionamento do shopping).

Em vez de simplesmente entrar pela outra porta, sair com o carro e tratar da sua vida, você bufa, pragueja, esperneia e estraga o que resta do seu dia.

Eu acho que esta história de dois carros alinhados, impedindo a abertura da porta do motorista, é um bom exemplo do que torna a vida de algumas pessoas melhor, e de outras, pior.

Tem gente que tem a vida muito parecida com a de seus amigos, mas não entende por que eles parecem ser tão mais felizes.

Será que nada dá errado pra eles?

Dá aos montes.

Só que, para eles, entrar pela porta do lado, uma vez ou outra, não faz a menor diferença.

O que não falta neste mundo é gente que se acha o último biscoito do pacote.

Que “audácia” contrariá-los!

São aqueles que nunca ouviram falar em saídas de emergência: fincam o pé, compram briga e não deixam barato.

Alguém aí falou em complexo de perseguição?

Justamente.

O mundo versus eles.

Eu entro muito pela outra porta, e às vezes saio por ela também.

É incômodo, tem um freio de mão no meio do caminho, mas é um problema solúvel.

E como esse, a maioria dos nossos problemões podem serresolvidos assim, rapidinho.

Basta um telefonema, um e-mail, um pedido de desculpas, um deixar barato.

Eu ando deixando de graça…

Pra ser sincero, vinte e quatro horas têm sido pouco prá tudo o que eu tenho que fazer, então não vou perder ainda mais tempo ficando mal-humorado?

Se eu procurar, vou encontrar dezenas de situações irritantes e gente idem; pilhas de pessoas que vão atrasar meu dia.

Então eu uso a “porta do lado” e vou tratar do que é importante de fato.

Eis a chave do mistério, a fórmula da felicidade, o elixir do bom humor, a razão por que parece que tão pouca coisa na vida dos outros dá errado.”

Quando os desacertos da vida ameaçarem o seu bom humor, não estrague o seu dia…

Use a porta do lado e mantenha a sua harmonia.

Lembre-se, o humor é contagiante, para o bem e para o mal, portanto, sorria, e contagie todos ao seu redor com a sua alegria.

A “Porta do lado” pode ser uma boa entrada ou uma boa saída…

Experimente!

 

Magia da Receita para traçar um caminho Feliz!

Recebi este e-mail dizendo ser um pensamento de Picasso, se é dele não sei, mas é um belo texto e resolvi postar para vocês… Boa leitura!

Receita de Alegria

Pablo Picasso

 

Joga fora todos os números não essenciais para tua sobrevivência. Isto inclui: idade, peso e altura. Que eles preocupem ao médico. Para isto o pagamos.

Conviva, de preferência, com amigos alegres. Os pessimistas não são convenientes para ti.

Continua aprendendo… Aprenda mais sobre computadores, artesanato, jardinagem, qualquer coisa… Não deixe teu cérebro desocupado. Uma mente sem uso é oficina do diabo. E o nome do diabo é “Alzheimer”.

Ria sempre, muito e alto. Ria até não poder mais. Inclusive de ti mesmo!

Quando as lágrimas chegarem: aguenta, sofre e… Segue adiante.

Agradeça cada dia que amanhece como uma nova oportunidade para fazer aquilo que ainda não tiveste coragem de começar.

Do princípio ao fim.

Prefira novos caminhos do que voltar a caminhos mil vezes trilhados.

Desperta teus sentidos para que não percas tudo de belo e formoso que te cerca.

Apaga o cinza de tua vida. E acenda as cores que carregas dentro de ti.

Contagia de alegria ao teu redor,  e tenta ir além das fronteiras pessoais a que tenhas chegado aprisionado pelo tempo.

Porém lembra-te: a única pessoa que te acompanha a vida inteira és tu mesmo.

Cerca-te daquilo que gostas: família, animais, lembranças, música, plantas, um Hobabe, seja o que for…

Teu lar é teu refúgio, porém não fiques trancado nele.

Teu melhor capital, a saúde. Aproveite-a se é boa, não a desperdice; se não é, não a estrague mais.

Não se renda à nostalgia.

Sai à rua. Vá à uma cidade vizinha, a um país estrangeiro…

Porém não viaja ao passado porque, dói!

Diz aos que amas, que realmente os amas e faça isso em todas as oportunidades que tiver.

E lembra-te sempre que a vida não se mede pelo número de vezes que respirastes, mas pelos momentos que teu coração palpitou forte:

 

de muito rir…

de surpresa…

de êxtase…

de felicidade…

E sobretudo…

de amar sem medida.

 

“Há pessoas que transformam o sol em uma pequena mancha amarela, porém há também as que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol.”

 

Fábula de uma Bruxa para refletir

Uma linda fábula de autor desconhecido, boa leitura…

O jovem Rei Arthur foi surpreendido pelo monarca do reino vizinho, enquanto caçava furtivamente em um bosque.

O Rei vizinho poderia tê-lo matado no ato, pois tal era o castigo para quem violasse as leis da propriedade.

Contudo se comoveu ante a juventude e a simpatia de Arthur e lhe ofereceu a liberdade, desde que no prazo de um ano trouxesse a resposta a uma pergunta difícil.

A pergunta era:  O que realmente as mulheres querem?

Semelhante pergunta deixaria perplexo até o homem mais sábio,  e ao jovem Arthur lhe pareceu impossível respondê-la.

Contudo aquilo era melhor do que a morte,  de modo que regressou ao seu reino e começou a interrogar as pessoas.

A princesa, a rainha, as prostitutas, os monges, os sábios, o palhaço da corte, em suma, todos, ninguém soube dar uma resposta convincente.

Porém todos o aconselharam a consultar a velha bruxa, porque somente ela saberia a resposta.

O preço seria alto,  já que a velha bruxa era famosa em todo o reino pelo exorbitante preço cobrado pelos seus  serviços.

Chegou o último dia do acordo e Arthur não teve mais remédio senão recorrer à feiticeira.

Ela aceitou dar-lhe uma resposta  satisfatória,  com uma condição: primeiro teria que aceitar o seu preço.

Ela queria casar-se com Gawain,  o cavaleiro mais nobre da távola redonda e o mais íntimo amigo do Rei Arthur!

O jovem Arthur a olhou horrorizado: era  feíssima, tinha um só dente, desprendia um fedor que causava náuseas até a um cachorro, fazia ruídos obscenos.  …nunca havia topado com uma  criatura tão repugnante.

Se acovardou diante da perspectiva de pedir a um amigo de toda a sua vida para assumir essa carga terrível.

Não obstante, ao inteirar-se do pacto proposto, Gawain afirmou que não era um sacrifício excessivo em troca da vida de seu melhor amigo.

A bruxa, de sabedoria infernal, disse:

-O que realmente as mulheres querem  é:  “Serem soberanas de suas próprias vidas!”

Todos souberam no mesmo instante que a feiticeira havia dito uma grande verdade e que o jovem Rei Arthur estaria salvo.

Assim foi.

Ao ouvir a resposta, o monarca  vizinho lhe devolveu a liberdade.

Porém, que bodas tristes foram aquelas … toda a corte assistiu e ninguém se sentiu mais desgarrado, entre o alívio e a angústia, do que o próprio Arthur.

Gawain, entretanto, se mostrou cortês, gentil e respeitoso.

A velha bruxa usou de seus piores hábitos, comeu sem usar talheres, emitiu ruídos e um mau cheiro espantoso.

Chegou a noite de núpcias.

Quando Gawain, já preparado para ir para a cama aguardava sua esposa,  … ela apareceu como a mais linda e charmosa mulher que um homem poderia  imaginar! … Gawain ficou estupefato e lhe perguntou o que havia acontecido.

A jovem lhe respondeu com  um sorriso doce, que como havia sido cortês com ela, a metade do tempo se apresentaria com aspecto horrível e a outra metade com  aspecto de uma linda donzela.

Então ela lhe perguntou: Qual ele preferiria para o dia e qual para a noite?

Que pergunta cruel… 

Gawain se apressou em fazer  cálculos…

Poderia ter uma jovem adorável durante o dia para exibir a seus amigos e a noite na privacidade de seu quarto uma bruxa espantosa ou, quem sabe, ter de dia uma bruxa e  uma jovem linda nos momentos íntimos de sua vida conjugal.

Vocês o que teriam preferido? … o que teriam escolhido? 

O nobre Gawain respondeu que a deixaria escolher por si mesma.

Ao ouvir a resposta ela anunciou que seria uma linda jovem de dia e de noite,  porque ele a havia respeitado e permitido ser dona de sua vida…

Moral da história:  

Não importa se a mulher  é bonita ou feia, no fundo, é sempre  uma bruxa…  Ela se transformará de acordo  com a forma que você a tratar .

Aprenderam ??? .

A energia da gratidão fortalece uma Bruxa e um Bruxo que procura equilíbrio em sua magia…

GRATIDÃO

É de justiça que tenhamos gratidão por todos os gestos que venham em nosso encontro a nos ajudar, desde o olhar magnânimo ao desprendimento da vida e de coisas.

A gratidão é, pois, a luz do entendimento de quem recebe as bençãos de quem oferta.

Quando fechamos os sentimentos, no sentido de impedir a liberação da gratidão, abafamos o coração na luz das luzes, que vem de Deus.

Sê grato a quem te olha com amor, a quem te ajuda a pensar, a quem te abençoa no conforto, à natureza que te oferece a água, o ar, a presença de todos os meios de seres feliz.

Gratidão não é violência de pensar nem de expressão de gestos.

Gratidão é força que desprende no silêncio do ser.

Ao amanhecer o dia, agradece a Deus por mais uma oportunidade de viver e de servir!

Todos os instantes da existência são momentos de receber e dar e a razão educada nos indica que a gratidão é sinal de amor, na pureza da própria vida.

Sê alegre, na pureza dos sentimentos.

A alegria pode ser gratidão, expressa nas direções em que pode ofertar-se à fonte que nos beneficiou.

Agradecimento é juventude e riqueza de paz de consciência, é harmonia de vida e luz da alma para a luz de Deus!

 

Bezerra de Menezes

Coisas que a vida ensina depois dos 40…

 

Amor  não se implora, não se pede não se espera…

 

Amor se vive ou não…

 

Ciúmes  é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.

 

Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.

 

Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.

 

As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.

 

Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.

 

Água é um santo remédio.

 

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

 

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

 

Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

 

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

 

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

 

Amigos de verdade nunca te abandonam.

 

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

 

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

 

Há poesia em toda a criação divina.

 

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

 

A música é a sobremesa da vida.

 

Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.

 

Filhos são presentes raros.

 

De tudo, o que fica é o seu nome  e as lembranças a cerca de suas ações.

 

Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor.

 

O amor… Ah, o amor…

O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças…

Não há vida decente sem amor!

E é certo, quem ama, é muito amado.

E vive a vida mais alegremente…

 

 

“Smile” 

Nat  King Cole

 

MUDAR DE CASA

Chega um tempo na vida da gente que sentimos a necessidade de mudar,

seja de casa ou de nós  mesmos…

Largar coisas  muito enraizadas e profundas, mas que  já não servem mais.

Então surge  a idéia de olhar casas novas, em  todos os sentidos!

Quem sabe algumas que possuam ruas estreitas que precisamos percorrer…

Ou outras que fiquem em ladeiras bem íngremes, para desenvolver a nossa força.

Ou quem sabe  simplificar, resgatar o velho e criar  um novo lugar!

Ou talvez procurar  uma nova casa, que tenha muita água  por perto,

para amolecer  a nossa  argila, que são as nossas crenças…

Muitas vezes não é necessário trocar de casa,

mas olhar com outros olhos para dentro dela.

Quem sabe, olhando melhor,

possamos visualizar um rio com águas transparentes,

que tem a capacidade de levar embora as preocupações que  não precisamos mais!

Ou ainda águas  que reflitam o nosso interior!

E se ainda  pudermos ir para perto do mar, que  maravilha!

Quantos ensinamentos  ele tem para nos dar, basta se aquietar  e observar!

Lugares que  tenham água por perto, ajudam a amolecer  a terra seca,

que são iguais a nossa  dureza, rigidez e incompreensão.

Olhar através  de arcos, resulta em enxergar aquilo que  realmente precisamos ver!

Começar a entender  que a casa é a nossa morada, somos  responsáveis por ela.

Podemos dar cor ou  não… mas o colorido exige mais cuidado!

Observar se não estamos construindo muros muito fechados

em volta da nossa casa.

Muros separam,  pontes ligam, aproximam…

Através das pontes podemos  ver o outro lado.

Conhecer o outro  lado muda a nossa percepção…

Nos transforma…

Começamos a  ter uma nova visão!

E com a  nova visão, fica mais fácil pensar na  nova construção ou reforma!

Precisamos nos  aproximar mais das pessoas?

 Por acaso nos isolamos demais?

Ou precisamos  nos aquietar mais…

Quem sabe um  lugar mais alegre?

Ou precisamos  caminhar silenciosamente por ruas desconhecidas…

Olhar para nossa  casa requer coragem e força…é enxergar  o que precisa ser mudado e se desapegar  do velho!

É olhar fundo…

E quando o  desapego acontece, ele nos leva à situações  caóticas, mas valiosas!

Neste momento  surge uma confusão de cores e caminhos!

É a reforma…

Muitas vezes  surge o frio e o escuro…

Mas como tudo  passa, sempre vem o novo dia para  clarear!

Toda reforma  ou mudança traz “caos”.

Mas precisamos lembrar  que vale à pena, o resultado chega!

Se a angústia  bate à porta é hora de abrir e  atender!

Ela vem avisar  que alguma coisa precisa mudar!

Quem sabe uma  pausa para refletir sobre tudo isso!

Olhar para o  rio e perceber que ele corre sozinho…tem  seu tempo…

Faz seu curso  e  segue livre…

A cada lugar  que o rio passa, ele vê novas paisagens…

E nós, queremos  nos fixar!

 Permanecer!

É hora de recomeçar, mudar de casa ou reformar!

Assumir responsabilidades,  ser dono dela!

Com certeza não é  fácil, mas vale à pena….

 

Autor desconhecido

 

O MagiaZen deseja que 2012 seja um ano de melhorias em sua vida, assim escolha abaixo uma ou mais maneiras de refletir em suas mudanças na virada do ano…

Dezoito maneiras de viver bem

                                                              Por Dalai Lama 

1. Leve em consideração que grandes amores,

e grandes realizações envolvem grandes riscos.

 

2. Quando você perder, não perca a lição.

 

3. Siga os 3 Rs: respeito por você;

respeito pelos outros;

responsabilidade sobre suas ações.

 

4.  Lembre-se de que não conseguir o que se quer

algumas vezes é um tremendo golpe de sorte.

 

5. Aprenda as regras,

assim você saberá como quebrá-las devidamente.

 

6. Não permita que uma pequena disputa

prejudique uma grande amizade.

 

7. Quando você perceber que cometeu um erro,

tome decisões imediatas para corrigi-lo.

 

8. Passe algum tempo sozinho todo dia.

 

9. Abre seus braços às mudanças,

mas não abandone seus valores.

 

10. Lembre-se de que o silêncio às vezes

é a melhor resposta.

 

11. Viva uma vida boa e honorável.

Assim, quando você envelhecer e voltar no tempo

poderá aproveitá-la uma segunda vez.

 

12. Uma atmosfera de amor na sua casa

é a base para a vida.

 

13. Nos desentendimentos com aqueles que ama,

lide somente com a situação em questão.

Não revolva o passado.

 

14. Divida seus conhecimentos.

É uma forma de atingir a imortalidade.

 

15. Seja gentil para com a terra.

16. Lembre-se de que o melhor relacionamento

é aquele no qual o amor pelo outro excede a necessidade dele.

 

17. Julgue seu sucesso pelas coisas das quais

você teve que abrir mão para consegui-lo.

 

18. Aproxime o ato de amar ao de cozinhar,

ouse despreocupadamente.