Magia Zen

Atração do Amor Universal Místico e Esotérico

A Boa Leitura da Bruxa

Magia na leitura da Bruxa e do Bruxo

Qual Livro devo ler sobre Magia?

 

Vários leitores do MagiaZen fazem esta pergunta, e como não estou conseguindo responder a todos, resolvi postar umas dicas.

É difícil indicar um livro sobre wicca ou magia, enfim livros exotéricos e místicos, e vou dizer porque…

Minha sobrinha me mostrou um livro que estava lendo, há muito tempo atrás, e me interessei, fui numa livraria, li a contra capa e gostei do conteúdo.

Li o livro e amei!

Uma mega amiga minha Bruxa das boas, me indicou um livro de magia… corri comprar.

Li e odiei!

Achei fraco e exagerado, e ai então aprendi que “gosto não se discute”.

Já pequei também em indicar livro que considerei bom e a pessoa achou fraco demais.

 

Moral:

Todo mundo tem suas diferenças de gosto e aceitação.

 

Por mais que curtem a mesma coisa, enxergam de formas diferentes, e livro precisa de uma sinopse antes de viajar na leitura.

A melhor maneira ainda é ir a uma boa livraria e pesquisar, ver tudo que existe e ler o resumo da ante-capa para sentir se gosta.

Experimente entrar na livraria e ficar um tempo na sessão exotérica, é um passeio gostoso.

E caso não encontre nada legal, não desista, sempre tem lançamentos e pode surgir algo que se identifique.

Aos poucos você vai ficar craque em escolher um bom livro de Magia…

 

E Boa Leitura!!!

 

11 dicas de uma Bruxa da Europa

Dicas de uma Bruxa originária da Itália, que assinou como desconhecido, mas passa adiante seu aprendizado hereditário…

As 11 coisas que uma Bruxa precisa e deve saber;

1. Magia é o que acontece quando você se abre para o Divino. Toda Magia real é uma manifestação do Divino. É como você recriar a realidade com a Divindade.

2. O Divino está dentro de você e está presente em toda parte do mundo natural. E tudo está interligado por esta energia sagrada.

3Wicca não é sobre informações – É sobre transformação, de forma prática… prática e… prática… e fazê-la tanto quanto possível na natureza! Bruxaria!

Permitindo que você possa comungar com as Divindades e manifestar seus desejos, seu destino e sua energia ao mais elevado e sagrado.

4. A ética é real e praticada naturalmente pelas bruxas que vivem a magia simples: As Bruxas vivem de uma maneira sagrada porque o mundo é sagrado, portanto é necessário tratar toda forma de vida com reverência e respeito.

5. Porque toda magia que flui de nossa conexão com o sagrado é energia de nossa vida, esta deve ser guiada pela natureza sagrada quando trabalhamos com ela.

6. O trabalho energético das bruxas não é neutro, é amor Divino.

7. A Magia muitas vezes funciona de maneira inesperada porque não é um processo mecânico, e o Universo não é uma máquina. Você está vivendo e fazendo magia dentro de uma Divina Realidade, e de uma vida orgânica.

8. As Bruxas não comandam nem controlam destinos, apenas recriam.

9. O Segredo Real da conjuração do sucesso, como acontece com toda magia, é a sua ligação com o Poder Divino que habita dentro de você e te rodeia. Tenha sempre cuidado com o que vai pedir.

10. A Natureza faz o tangível Divino. Ao trabalhar, viver e praticar sua magia em harmonia com a natureza, você estará em harmonia com o Divino.

11. O seu mestre interior é o Deus e a Deusa e está dentro de você, no mundo e em toda natureza ao seu redor… pense com amor e aja com o coração.

 

 

 

A maravilhosa Bruxa de Cozinha

Magia de Bruxa de cozinha (Deusa Doméstica)

Uma bruxa informal e solitária!

Todo mundo já presenciou a Bruxa de Cozinha em sua família, mesmo que ela não se reconheça como uma, por falta de conhecimento e leitura sobre ser Bruxa…

As vezes, por motivo da criação (religião) e da sociedade em que cresceu, uma Bruxa não se identifica como uma por preconceito e falta de cultura em seu ambiente. Mas isto é outra história!

Sabe aquela mãe, tia, avó… que cozinha maravilhosamente bem e nem se gaba por isso? Esta é a Bruxa de Cozinha da sua família.

Ela é aquela que usa principalmente magia prática centrada na casa, seu lar e com a família.

Na família de Wicca a bruxaria de cozinha, é uma especialidade nata e única do Artesanato com Alimentos, que se concentra mais em honrar o paladares e na Alquimia de tudo que entra em sua cozinha.

Isso envolve sim em honrar a Deusa por cuidar do lar, de encontrar significado sagrado em tarefas domésticas diariamente, e cozinhar com bênção todos os dias, com amor e magia.

Culinária e comida é uma parte integrante da bruxaria cozinha.

As honras da bruxa da cozinha, preparando as refeições com intenção amorosa, são dedicadas a todos que desfrutarão de seus serviços.

Usando ingredientes frescos, muitas vezes de seu próprio jardim, ela faz magia na cozinha, criando a deliciosa cozinha sazonal, remédios de ervas e magias.

A Cozinha da Bruxa está em sintonia com as estações e os elementos da natureza.

Ela cresce e come o alimento na época, e honra a roda do ano, marcando os festivais, solstícios e equinócios, embora ela não adere a normas específicas ou rituais, e sem prejudicar nunca a ninguém.

Se você identificou alguém assim, ou mesmo se identificou com esta Bruxa maravilhosa, que nada mas faz do que cuidar do Lar com amor e alimentar todos com amor e dedicação, parabéns, pois existe “Vida” em seu estilo de vida.

Toda família tem uma Bruxa de Cozinha, e toda família tem uma Bruxa, pois para ser uma basta nascer!

Leia mais sobre as Bruxas Solitárias e sobre as Bruxas de Cozinha, você vai perceber que o título é o de menos, mas as atitudes é que são de amor a vida, que no mínimo é saber lidar com a vida instintivamente com amor.

Magia com um bom incenso

Nada como um bom cheiro para ativar o cérebro, reforçar emoções e sensações, assim alterando nosso estado mental, físico e espiritual.

Essencial para a Bruxa em seus rituais, o incenso ajuda na introspecção e promove um certo relaxamento que facilita a concentração.

Mas um incenso é bem vindo em qualquer momento de sua vida.

 

Veja o significado dos cheiros de alguns Incensos;

• Acácia: um ótimo incenso para ser usado nos locais de trabalho e negócios

• Madeira: muito usado para desatar “nós” ou abrir caminhos

• Rosa: para atrair amor ou ativar o relacionamento afetivo, e acalmar os ambientes

• Amêndoa: usado para limpeza energética de ambientes

• Alecrim: limpeza de ambientes e afastar energias ruins

• Ópio: ótimo para energizar objetos e ambientes

• Almíscar: potente para ascender as relações amorosas

• Jasmim: usado para criar uma atmosfera amorosa e romântica

• Benjoim: usado para proteger os ambientes e atrair sucesso

• Lótus: incenso da paz

• Patchuli: limpeza e para quem quer grandes paixões

• Sândalo: muito usado para quem quer meditar ou orar

• Mirra: usado para limpezas energéticas

• Flor de laranjeira: ótimo calmante quando se sente o ambiente nervoso

• Mil-flores: usado contra o olho gordo e a inveja

• Dama da noite: para encontros amorosos

• Maçã: para saúde, alegria e amor

• Campestre: estimula a intuição e atividades mentais

• Canela: atrai justiça e afasta inveja

Magia para esquentar o Inverno

Sem frio com Energia Positiva!

Bruxaria de Inverno


O inverno é uma época maravilhosa para ser uma bruxa!

A temporada de bebidas quentes, canecas quentes de bondade, livros para serem lidos, mantas nos sofás e de preparos para os meses ativos à frente.

É uma época do elemento Fogo, dos estalos dos carvões, das salamandras festejarem em lareiras ou fogueiras das festas Juninas.

É também um ótimo momento para colocar as mãos em atividades de artesanatos e tricô ou crochê.

Ao confeccionar um artigo em lã, como por exemplo um xale, recite um mantra em alguns momento do entrelaçar das agulhas; “Paz, amor e carinho envolvem-se nas tramas deste manto”. Assim, este xale terá o poder de proteção do seu usuário…

Mas a culinária é a maior pedida das bruxas no inverno, quando reúnem parentes ou amigos para tomar algo quente, comer biscoitinhos ou mesmo um jantar onde o prato é uma sopa deliciosa!

O diferencial em tudo que uma Bruxa faz está na sua habilidade em colocar energia em foco no momento do preparo e criação, e com muito amor para repassar ao próximo um composto de amor, paz, felicidade, saúde…

Então, quando você visitar sua mãe bruxa, sua tia bruxa, sua amiga bruxa… tenha certeza que irá se alimentar de energias positivas.

Pratique Bruxaria de Inverno nos alimentos e bebidas, e faça artesanato também.

O segredo está em colocar palavras mágicas no momento do manuseio. E as palavras podem ser criadas por você mesmo.

O importante é em alguns instantes você se concentrar no material e mentalizar coisas boas e dizer palavras boas!

Faça imposição das mãos… (deixe as mãos em formato de conchinhas direcionadas em cima do que estiver fazendo por uns segundos)

Se preferir, faça todo aquele ritual costumeiro quando for elaborar algo, abra o círculo, peça proteção dos guardiões, acenda velas e incensos, tudo que fizer é válido e ajuda na fixação das energias positivas.

E, todos que se beneficiarem tanto dos alimentos quanto das confecções, estarão absorvendo as energias boas e se sentirão bem em sua companhia.

A Arte da Magia é “Praticar o Bem sem ver a Quem”!

Uma Síntese da Magia e Wicca

Tradição Pagã

Síntese da Bruxa


Wicca é uma religião baseada na natureza, um desdobramento moderno das tradições pagãs pré-cristãs da Europa.

Existe um Deus e a Deusa, embora não haja Bíblia e nenhuma autoridade central que rege, a religião não reivindica nenhum dogma.

Porém, só se considera um wiccano se obedecer a Lei;

“Sem prejudicar ninguém, faça o que quiser.”

WICCA às vezes chamado de feitiçaria, ou A Velha Religião, representa uma antiga religião de amor à vida e à natureza.

A Wicca é simplesmente uma das religiões mais irresistíveis do mundo, porque ela estimula o intelecto, promove uma maneira simples e prática de vida e, o mais importante, é emocionalmente gratificante.

Wicca celebra os sabás, que marcam as estações do ano.

A bruxa ou bruxo, no coven ou sozinho, usa magia e ervas para direcionar o tempo e a matéria, a fim de alcançar a satisfação psíquica e espiritual.

Bruxas não adoram o diabo!

Bruxaria existiu bem antes ao Cristianismo e não incorpora a crença no Diabo cristão.

Nos últimos 15 anos as crenças em feitiçaria têm evoluído na teoria e na prática.

Os estudos aprofundaram em astrologia, tarô e runas, ervas e pedras, e numerologia.

Reverenciar a natureza e o mundo em que vivemos é a maior prioridade na vida.

Os sábios em magia utilizam o mês lunar, os aspectos dos Esbats e Sabás com muito respeito.

A magia é unida a sabedoria, a visão do mundo moderno e resgates do antigo, a filosofia de vida e no caminho do amor incondicional.

Nossa inteligência nos dá uma responsabilidade única em relação a nosso meio ambiente, pois buscamos viver em harmonia com a Natureza, em cumprimento do equilíbrio ecológico dentro de um conceito evolucionário.

Reconhecendo que há mais de um caminho para a iluminação espiritual e que a Wicca é apenas um de muitos, não abordamos ninguém tentando converter para ser um bruxo e respeitamos todas as formas de religiões.

Em tempos pré-históricos, pessoas respeitavam as grandes forças da Natureza e comemoravam os ciclos das estações e da lua.

As divindades eram o sol, a lua e a própria Terra, as energias criativas do universo eram personificadas: os princípios feminino e masculino eram deusas e deuses.

Não existiam figuras semi-abstratas ou sobre-humanas.

Existiam mulheres e homens, a terra e o céu, plantas e animais, pedras e rochas, rios e mares…

Acreditava-se em espíritos da natureza, inteligências biológicas e muitas vezes poderosos e aliados aos humanos.

Aliados porque como eram respeitados atendiam chamados em rituais e trabalhos de magia.

Até hoje, os elementos da natureza, são vistos como Terra, Ar, Fogo, Água e Espírito, sendo formas científicas da matéria; sólido, líquido, gás e plasma unidos pelo espírito e simbolizados em magia pelo pentagrama.

Todos são necessários e devem estar em equilíbrio, pois são os alicerces da criação e da base da própria vida.

A Terra é a essência da fertilidade e da solidariedade, que alimenta, que liga e dá forma.

O Ar é a essência da inteligência.

O Fogo é a essência da força e da defesa, que anima e ativa.

A Água é a essência das emoções e da fecundidade fazendo coisas maleáveis e flexíveis.

As representações físicas destes elementos são simplesmente as suas formas brutas no mundo material.

De forma celestial, enviados por seres divinos veio uma hierarquia de espíritos chamados Elementais.

A tarefa foi a de governar os elementais dos quatro elementos.

Então os Gnomos vieram para governar a Terra, os Sílfos para controlar o Ar. As Salamandras para comandar o Fogo e as Ondinas para prevalecer sobre a Água.

Os elementos e elementais são atribuídos aos quatro pontos cardeais de um círculo sob os olhos vigilantes dos Guardiões, que estão próximos da fila na hierarquia do mundo espiritual.

Assim, a Terra e gnomos são atribuídos ao Norte, o Ar com os Sílfos para o Sul, o Fogo com as Salamandras ao Leste e a Água com as Ondinas para o Oeste.

Terra:

A Deusa da Lua, o planeta Marte, os signos do zodíaco de Touro, Virgem e Capricórnio, a estação do outono.

É o elemento da estabilidade, ordem e aterramento, da fertilidade e gravidez, nascimento e crescimento, do material e negócios, prosperidade e criatividade.

Como o elemento de onde viemos e para onde voltaremos, é o elemento da morte e renascimento, do começo e fins, e do silêncio.

Ar:

O Deus do Sol, o planeta Vênus, os signos do zodíaco de Gêmeos, Libra e Aquário,a estação da primavera.

É o elemento do intelecto, do estudo, de rever e aprender,e portanto, das ciências.

É o elemento da juventude, da criatividade, da espontaneidade, da comunicação e das viagens.

Fogo:

O Deus do Sol, o planeta Mercúrio, os signos do zodíaco de Áries, Leão e Sagitário, a estação do verão.

É o elemento da resistência, da força física, da força de vontade e da energia.

É o elemento da paixão, da coragem, da proteção, da purificação, da transformação, do caos e da destruição, da vida e saúde, do sexo.

Água:

A Deusa da Lua, o planeta Júpiter, os signos do zodíaco de Câncer, Escorpião e Peixes, a estação do inverno.

É o elemento da sabedoria, da clareza, do senso comum, da experiência vivida, da intuição, emoção, adivinhação e do relacionamento.

É o elemento da cura, dos aspectos de transformação e purificação, mas também representa a morte e o renascimento.

Espírito:

Espírito é o elemento de transcendência,da transformação, da mudança.

Está em todo lugar e em nenhum lugar.

Em todo tempo e em tempo nenhum.

É a força primordial que flui através de todos nós e todas as coisas.

Seus pais são seus melhores amigos,

Então escute-os e respeite-os sempre!!!

Meus pais não querem que eu seja Wicca, posso mentir?

A pergunta que recebo muito!

Pergunta:

Meus pais não querem que eu seja bruxo- eu não posso simplesmente mentir?

Meus pais não acham que eu deveria estudar wicca , pois nossa família é cristã. Estou pensando apenas em dizer a eles que eu não estou estudando Wicca, mas fazê-lo de qualquer maneira e não apenas dizer a eles, mas dizer que sou cristão. Eu tenho um lugar onde posso esconder alguns livros, e eu provavelmente posso encontrar alguém para me ensine em segredo. Posso ou devo mentir, estou certo?

Resposta:

Não, não, mil vezes não.

Se você é menor de idade, gostando ou não os seus pais são responsáveis ​​por você, e tomam decisões por você.

Se você decidiu se converter ao Wicca ou Paganismo, você precisa ter uma conversa de coração para coração com seus pais.

Eles não irão saber o que você está falando, por causa de sua própria doutrina religiosa, e não estão dispostos a deixar você explorar seus próprios caminhos, desde que você faça de uma forma informada e inteligente.

Se sua mãe e o seu pai não têm idéia do que é Wicca ou Paganismo, você precisa ter algo em mãos para ler e informá-los do que se trata, senão será a tal “obra do diabo”…

Para fazer isso, você precisa entender primeiro o que é que você realmente acredita, porque se você não sabe, como você pode compartilhá-lo com outras pessoas?

Faça uma lista das coisas que você acredita, assim você pode compartilhar com eles.

Isso pode incluir seus pensamentos sobre a reencarnação, o pecado, a sua interpretação pessoal da Lei de não prejudicar ninguém, ou idéias sobre como Wicca ou Paganismo pode capacitá-lo e fazê-lo crescer como ser humano.

Se você se sentar e ter uma discussão madura e racional com eles, isso significa que não o julgaram atirando “VOCÊ SIMPLESMENTE NÃO ENTENDE!” – Então você pode ter uma chance de convencê-los de que está tudo bem.

Lembre-se, eles estão preocupados com sua segurança, e por isso é importante que você responda às perguntas com sinceridade.

Em alguns casos, os pais podem se opor fortemente a seu filho praticar Wicca ou Paganismo.

Isso geralmente é devido aos ensinamentos de suas crenças religiosas – e como pais, estão no seu direito.

Eles têm o direito de dizer a seu filho que não é permitido a prática Wicca, e nem ao menos ler os livros sobre o assunto. Se este for o caso em sua família, há uma série de coisas que você pode fazer.

Primeiro de tudo, não minta. Nenhum caminho espiritual pode ter um bom começo, se começa com decepção.

Em segundo lugar, você pode aprender e estudar indivíduos não-Wicca, enquanto você viver com seus pais, e no seu lar.

Estude; Mitologia, história e tradição, sobre ervas e plantas, a astronomia, mesmo a religião que seus pais seguem – todas estas são coisas que serão úteis mais tarde.

Guarde os livros pagãos para quando você é for um adulto e se mudar para sua própria casa.

Wicca ainda estará lá te esperando, depois que você fizer dezoito anos, por isso, enquanto você está vivendo sob os cuidados de sua mãe e seu pai, respeite os seus desejos.

Em outro aspecto;

Agora, se você tem pais que depois de esclarecer do que se trata wicca e bruxaria te permitirem praticar a arte, você foi abençoado por quem mais te ama na vida.

Esta foi uma decisão informada e educada.

Nestes casos, os pais entendem que a espiritualidade é uma escolha muito pessoal.

Seja grato(a) e se importe em compartilhar informações com eles em cada oportunidade. Eles vão querer saber se você está seguro(a), assim seja honesto(a) e aberto(a) com eles.

Mesmo depois de permitirem esta prática, seus pais ainda podem ter regras que eles esperam que você siga, e isso é bom demais.

Talvez eles não se importam por seu estudo, mas não gostem que você acenda velas em seu quarto, ou mesmo incensos.

Talvez eles estejam preocupados com você ingressar enquanto você ainda é menor.

Essa é uma preocupação legítima e normal.

Encontre maneiras de estudar e aprender que não incomode no estilo de educação que seus pais queiram te dar, notifique-os sempre quando for dar um passo diferente.

Afinal, eles estão confiando em você!

Lembre-se, a chave aqui é a honestidade e a integridade.

Você pode não gostar das regras de seus pais, mas você tem que segui-las.

Se desrespeitar seus pais ou tutores de nada servirá e não te levará a lugar nenhum, e sua luz será negativa.

Lembre-se que o trabalho deles como pais é estar preocupados com você.

É seu trabalho como filho(a) respeitá-los e ser honesto(a) com eles.

Você tem uma vida inteira para estudar magia de forma correta.

Bruxaria é a mesma coisa que Wicca?

“Bruxaria Tradicional” não é Wicca.

Bruxaria e Wicca  são dois caminhos distintos e separados.

Bruxaria Tradicional tem existido por muitas centenas de anos antes da Wicca.

Bruxaria Tradicional é uma tradição de família que vêm de um passado histórico comum.

A Bruxa Tradicional segue uma tradição familiar que é o reflexo desse passado, enquanto que em cada época, as práticas individuais podem ser alteradas e modificadas a gosto pessoal.

No entanto, estas alterações e modificações são feitas dentro de princípios básicos, tradições e costumes.

Agora, a Wicca vai muito além das tradições da “Antiga Religião”.

A Wicca é uma religião mais atual que foi fundada na década de1950 por Gerald Gardner.

Ele capturou conceitos e práticas externas para formar a sua marca, nova e exclusiva de bruxaria.

Muitos desses acréscimos nunca haviam sido parte de qualquer tradição de feitiçaria.

Wicca, é formada por tradições ocidentais populares européias, filosofia oriental e misticismo da cabala.

Embora Wicca basear-se mais em atividades mágicas em seu início, desde então tem desenvolvido mais de um movimento espiritual da Nova Era.

Como um movimento, Wicca pode ser vista como um sistema eclético de crenças com um ritual estático subjacente e uma mudança de base ética.

A Wicca é principalmente uma religião organizada.

É uma abordagem à espiritualidade que enfatiza um conjunto de princípios doutrinais e práticas promulgada por uma forma estruturada de ritual de iniciação ou rito de passagem dentro das leis do “clã” ou congregação.

Bruxaria não é uma religião, é uma prática espiritual.

Bruxaria Tradicional é um modo de ser, baseado nos costumes de “Velhos Caminhos” e mantém uma adesão às idéias antigas de auto-iniciação e prática solitária.

A Bruxa é uma praticante de um estilo de vida pagã, mas de caminhos ( tradições ) que as bruxas individuais seguem frequentemente e amplamente.

A Bruxa Tradicional vai seguir os princípios e crenças da filosofia pagã, mas não com qualquer conjunto de dogmas paroquiais.

Seu caminho solitário é uma herança confiável onde com sua própria experiência desenvolve seus talentos recebidos e bem orientados.

A bruxaria é uma considerada religião, no entanto, sua classificação é mais um rótulo ao invés de uma definição de bruxaria com uma abordagem para a espiritualidade da congregação.

Os Wiccanos muitas vezes erradamente se referem a si mesmos como bruxos, porém, não se sabe se por ignorar as diferenças ou porque preferem do que dizer ser Wicca.

O mais importante, além de se definir, é praticar seja qual for sua religião com amor, respeitando o próximo e a vontade alheia.

Bruxaria Natural

O que é a Bruxaria e o que é ser um Bruxo ou uma Bruxa?

Este é um resumo maravilhoso da wikipédia que você pode usar para quando descriminarem sua opção por ser um Bruxo assumido ou uma Bruxa assumida e conscientes (porque no fundo, todos nascemos bruxos).

Dois princípios básicos na bruxaria

A Bruxaria, sendo caracterizada pela liberdade de pensamento, acaba por apresentar um amplo leque de linhas de pensamento e de vertentes de características bastante distintas, entretanto, alguns elementos em comum podem ser apresentados a fim de que se tenha melhor compreensão do significado da bruxaria. Elencamos dois princípios comuns, em especial, que ao mesmo tempo que ajudam a compreensão, afastam conceitos equivocados calcados em histórias infantis e preconceitos medievais à prática da bruxaria.

O Respeito ao Livre-Arbítrio – Nenhum verdadeiro bruxo buscará doutrinar aqueles que têm outro credo. Para os bruxos, a fé só é verdadeira se resulta de escolha individual e espontânea. Nenhum verdadeiro bruxo realizará qualquer tipo de magia no intuito de se beneficiar de algo que prejudicará outra pessoa. Para os bruxos, cada um tem seu próprio desafio a enfrentar. Usar de qualquer subterfúgio para escapar dos desafios que se apresentam é apenas adiar uma luta que terá de ter lugar nesta ou em outras vidas. Adiar problemas é o mesmo que acumulá-los para as próximas encarnações

A Comunhão com a Natureza - O verdadeiro bruxo respeita a natureza, e por natureza ele entende absolutamente tudo o que não é feito pelo homem, inclusive os minerais. Quando preserva a natureza, suas preocupações não são a viabilidade da manutenção da vida humana na Terra, o verdadeiro bruxo respeita a natureza simplesmente porque se sente parte dela, porque a ama. Os bruxos não acham que a natureza está à sua disposição. Os homens, os minerais, os vegetais e toda a espécie de animal são apenas colegas de caminhada, nenhum mais ou menos importante que o outro. Ainda assim, matam insetos que lhes incomodam e arrancam mato que cresce nos canteiros de flores sem dramas de consciência. Não são falsos em suas crenças nem românticos idealistas. Acreditam que conflitos fazem parte da natureza

Fonte: wikipédia


Ser Bruxa e Fazer Magia

Ser uma Bruxa é viver de acordo com as Leis da Natureza, é amar a vida em todas as suas manifestações e aspectos, é ser livre, é ousar, é criar, é fazer a sua vontade sem nunca prejudicar a nada e nem a ninguém.

O que é o “Despertar da Bruxa”?

Todas nascemos com os dons, apenas estão adormecidos, e despertamos quando encontramos a coragem de assumir os conhecimentos natos sobre a vida em comunhão com a magia.

E magia também é natural, falo da magia agindo em alquimia, alquimia dos instintos na natureza, magia com sentimento e intuição.

Não existe magia natural que é sobrenatural ou milagrosa, existe a energia focada em algum acontecimento, fato ou desejo, que pode ser auxiliada com instrumentos para direcionar o foco da mente atraindo ao resultado desejado.

Concordar com o significado de “ser Bruxa” ou de “magia” é difícil, depois de tantas versões após da idade média.

Para se ter uma idéia, já fomos a “bruxa má da branca de neve”, “a bruxa má do leste”, “comemos João e Maria”, e fizemos da palavra “magia” coisas sobrenaturais, voamos e transformamos os rivais em sapos… Inventaram muita balela sobre bruxas!

Porque tanta história sobre “a Bruxa”, no entanto ficamos poderosas e famosas, mas marcadas por supersticiosos.

A parte triste é ter fama de maldosas!

A minoria descrimina uma Bruxa, boa parte acha engraçadinho se fantasiar de bruxa no hallowen, mas a sorte é que a maioria sabe o verdadeiro significado de ser Bruxa.

Só quem tem desprezo ou medo de respeitar uma comunhão com a natureza tem tanto preconceito com as palavras bruxa, bruxaria e magia

As Bruxas dispõem de uma mente com imaginação, concebem formas de vida opcionais, respeitam o próprio corpo, idolatram a vida em geral e a mãe maior, a Terra.

A Bruxa conhece bem a natureza, e porque a conhece, a ama, e porque a ama, cuida e cura.

Para ser uma Bruxa assumida, seja ousada e crie um novo caminho, erga o peito e os olhos, o caminho é difícil, mas gratificante.

A felicidade anda ao lado de uma bruxa, pois ela ama, ousa, cria, cuida, dança, cozinha, trabalha, canta, beija, enxerga, liberta, ouve, respeita, sonha e acima de tudo… vive!

Aprenda a respeitar as escolhas das pessoas, se elas estão felizes assim, é assim que tem que ser.

Ninguém sabe ao certo o que é certo!

Deixe renascer a força que existe em seu interior, deixe seu instinto decidir seu recomeço, pois uma decisão profunda traz nova força e nova energia.

“ O Universo é cúmplice do homem que cumpre sua Verdadeira Vontade! ”

Crowley