Magia Zen

Atração do Amor Universal Místico e Esotérico

Criando o Círculo das Fadas

 Magia e Poderes do Círculo das Fadas

Quando energizado adequadamente os cristais das fadas são ativados mecanismos poderosos, que podem ser utilizados para fazer alterações muito significativas na sua vida.

O Círculo de Cristais das Fadas, ou como são mais comumente chamado Crystal Faerie Circle, é um arranjo circular com pedras de cristais ao redor de uma pedra já consagrada e de sua proteção.

A quantidade de predrinhas de cristais que formaram o círculo é indefinida e fica a seu critério.

A intenção é de atrair uma fada que fornecerá energias e poderes do reino das fadas ao cristal central do círculo, aumentando a intenção do poder de seu cristal.

Os círculos das fadas são encontrados geralmente na primavera e ao ar livre, em jardins e matas livres.

Então encontre um lugar seguro e ao ar livre, onde o círculo não será perturbado.

Limpar um pequeno espaço em um local isolado, onde ele estará seguro para que as fadas possam se reunir.

Coloque o seu cristal no centro do local que você escolheu.

Se você tem uma pedra selecionada para um propósito específico pode ser usada, ou adquira uma que será seu talismã.

Tenha em mãos outras pedrinhas para poder fazer a espiral do círculo.

Em seguida, organize as pedrinhas uma a uma igualmente espaçadas para formar um círculo.

Agora você só precisa energizar o círculo, e que é fácil de fazer.

Leve a sua varinha, ou use seu dedo indicador…

Aponte para o centro do círculo, ou seja, para seu cristal central, concentre-se e imagine você despejando uma chuva de Luz Brilhante sobre o Círculo que realizou.

Agora veja este brilho iluminando e atraindo as fadas.

Deixe claro em sua mente que este círculo irá refletir ao mundo das fadas.

Esta energia do Cristal central irá ampliar, iluminar e refletir no caminho das fadas até seu círculo.

Seu círculo de fadas agora está energizado.

Deixe-o montado por uns 3 dias ou se desejar até que você consiga sentir a energia local ou diferença na disposição das pedrinhas menores.

Depois você pode desmontar o círculo deixando como agradecimento algumas lantejoulas, pérolas de bijuterias, flores de pequeno porte, móveis de brinquedo ou qualquer miniatura, pois elas adoram enfeites.

Faça este ritual sempre que achar necessário ou sentir que precisa de uma energia a mais.

Seu Cristal estará poderoso!

 

Magia da Libelinha

Libélula é Fada? 

A Libélula é um inseto alado pertencente à subordem Anisoptera.

De corpo fusiforme, com o abdômen alongado, olhos compostos e dois pares de asas semitransparentes.

São predadoras e alimentam-se de outros insetos, nomeadamente mosquitos e moscas além de girinos e peixes juvenis.

As Libelinhas não têm capacidade de picar, e prestam serviço ao homem e ao ecossistema no controle de mosquitos e até a dengue.

Elas existem desde a era Paleozóica, sem mudar suas características de lá pra cá, e habitam no mundo todo.

Possuem preferência por habitats nas imediações de corpos de água estagnada (poças ou lagos temporários), zonas pantanosas ou perto de ribeiros e riachos.

As libelinhas adultas caçam à base do seu sentido de visão extremamente apurado.

Os seus olhos são compostos por milhares de facetas (até 30.000) e conferem-lhes um campo visual de 360 graus.

As libelinhas medem entre 2 e 19 cm de envergadura e as espécies mais rápidas podem voar a cerca de 85 km/h.

Uma de suas características é que, mesmo possuindo seis pernas, praticamente não consegue andar com elas.

Seu tempo de vida pode chegar a 5 anos.

No Brasil existem cerca de 1.200 espécies de um total 5.000 existentes no mundo.

 

Eu acredito, I Do, I Do, I Do!

Uma Libélula é uma Fada?

Não existe nenhum relato científico confirmando, mas Bruxos, Bruxas e Magos dizem que sim…

 

Para quem tem o prazer de se deparar com uma Libelinha não fica com dúvida nenhuma, pois sua graciosidade traz em mente todas as caracteristicas das fadinhas dos contos de fadas.

Eu mesma tive o prazer de receber uma visita de uma Libelinha, que possivelmente foi atraída pela música e o brilho do reflexo da água da piscina na parede da sala de jantar em meu sítio.

Quando percebi sua presença, comecei a me mover devagar, com medo de afugentar…

Mas aos poucos percebi que ela não tinha medo de mim.

Ela passou o dia inteiro comigo, e eu já conversava com ela cada vez que passava pela sala.

No final da tarde ela mudou de sala, talvez pelo brilho da TV ligada na outra sala… parecia que era uma pessoa… analisou o movimento da sala de jantar o dia todo e quando fui assistir TV ela acompanhou.

Neste momento me aproximei, precisava olhar de perto, mesmo correndo o risco dela fugir.

Me aproximei deixando uma distância de 50cm, e ela nem se abalou…

Conversei com ela como se ela estivesse entendendo mesmo.

Aos meus olhos, era a criatura mais maravilhosa do mundo elemental!!!

Muitas tradições no mundo consideram a Libélula sagrada, mágicas e poderosas.

E até então, eu nunca havia dado atenção a esta espécie.

Como sempre acreditei em fadas, e sabendo que elas adoram presentes e comidinhas, preparei um pires com maçã, morango e um pedaço de rosca doce para ela.

Me despedi, agradecendo sua visita e sua atenção, deixei o pires na mesinha próxima dela e fui para o quarto dormir.

No dia seguinte ela não estava mais, e fico anciosa cada vez que vou para o sítio, esperançosa de uma nova visita.

Eu Acredito em Fadas!

Como se encontrar com os elementais

MAGIA NO CONTATO COM AS FADAS


RITUAL: como encontrar uma Fada



Não pense em fazer este ritual discrente nas fadas ou para testar sua existência.

As Fadas são selvagens, de integridade muito fortes e incomum, que você deve ter cuidado com elas.

No entanto, se você aproximar-se corretamente, uma fada pode ser uma colega, poderosa e maravilhosa e sua aliada.

Se você achar que não consegue lidar com o poder deste ritual, por favor, nem tente.

Se durante o ritual, uma entidade do mal chegar por acaso, termine na hora, quer com cortesia ou grosseria, é mais seguro e eficaz.

Faça cada passo numerado neste ritual:

1. Concentre-se na escuridão profunda, a escuridão que é automaticamente visualizada ao fechar seus olhos.

2. Veja que a escuridão é cheia de um verde brilhante, uma fada verde, um brilho mágico.

3. Sinta a magia, o verde, um brilho enigmático girando em torno de você, te dando um banho de sua beleza com brilho, banhando-o(a) em sua magia.

4. Desfrute esta chuva de brilho verde e a magia por um minuto.

5. Deixe que o poder das fadas te alimente, te purifique e te dê a respiração suave que você precisa. Deixe-a trabalhar a sua magia em você.

6. Em meio a essa névoa verde formada após os brilhos, chame sua amiga Fada. Não exija sua visita, pois nós não controlamos suas vontades. Convide-a com carinho, cortesia, boa vontade e bom ânimo.

7. Saudar e receber os seus visitantes com dignidade e cortesia. Pergunte seu nome e se ela precisa de você. Se nenhum nome for dado, geralmente você deve terminar a visita. Quando você encontra alguém no plano físico, que não diz seu nome, geralmente há algo errado, certo?

8. Nunca deve fazer um acordo com uma Fada. Elas levam a sério os compromissos. E são malandras, que muitas vezes têm uma visão incomum como o que a nossa vida deve ser. Você não pode querer os mesmos objetivos que elas.

9. A visita enfim aconteceu. Em seguida, se você cair no sono, a sua visita pode estar acontecendo em um nível inconsciente que você ainda precisa entender melhor ao despertar.

10. Se você quiser, pergunte a sua visitante algo que você precisa.

11. Agradeça pela visita, e por qualquer ajuda que lhe foi dada. Neste ponto, pode ser adequado dar ou prometer um presente, por exemplo um pouco de comida e bebida na próxima noite.

12. Talvez esse espírito elementar se torne seu amigo por um tempo ou mesmo por uma vida. Você pode usar esse ritual para visita-la novamente. Mas, por agora dizer “Adeus”.

13. Depois de fazer algo parecido com este ritual, você pode estar em um estado alterado sem perceber. Se você for fazer algo como dirigir, andar de noite por uma rua, ou cozinhar, cuidado, pois você pode ser assaltado(a), ou queimar-se, tudo porque você estava fora, em um outro mundo!

Então, depois de terminar a etapa 12, execute os seguintes passos:

A. Gaste algum tempo conscientemente enfocando a encarnado o plano mundano, fazendo a sua mente se concentrar em coisas físicas, enfim voltando ao seu mundo material.

B. Em seguida, continue com este foco, olhando atentamente para os dois lados quando atravessar a rua ou prestando uma atenção especial de consciência para sua segurança na cozinha ou qualquer outro foco é adequado para a atividade na qual você for fazer.

Use estes dois passos até que você esteja bem focado para o plano encarnado.

Você pode sentir que depois do ritual você está bem, mas por favor faça-o de qualquer maneira.

Pois você pode estar alerta apenas para o plano espiritual!

Esteja muito atento(a) se realmente voltou ao plano físico, pois você ficará mesmo um pouco dopado(a) com esta vivência e caso não se sinta normal após o ritual, cancele seus afazeres até retornar ao seu normal.

Para uns é loucura este contato com o mundo dos elementais, e é para estas pessoas que não é aconselhável tentar nenhum contato ou testar a existência destes seres maravilhosos.

A magia da Fada Madrinha

Responsável por nosso dom

As Fadas optam por viver em montanhas e florestas distantes das pessoas.

Costumam dançar para se distrair e brincam com vários insetos e animais.

Decoram suas casas e procuram deixar invisíveis ao olho humano para evitar que destruam seus lares.

Assim como conseguem aparecer e desaparecer em instantes, muitas vezes mudam sua aparência se perceberem que um humano as viu.

A Lenda da Fada Madrinha não é tão lenda assim como dizem.

O menor dos albaneses, seus cavalos alados percorrem um caminho de três dias e três noites com uma Fada em seu dorso, quando escolhem um recém-nascido para pajear.

A Fada Madrinha se aloja ao redor do berço de uma criança para determinar o seu destino e fazer-lhe seus dons, e ali ela permanece por um ano.

Erram as pessoas que não acreditam nas Fadas Madrinhas e não a convidam para o batismo da criança, conforme a crença dos pais, pois elas desviam o destino da criança para um lado não tão bom assim.

Depois de partirem as Fadas Madrinhas costumam visitar seus afilhados de tempos em tempos para acompanhar o crescimento e verificar se estão no caminho destinado.

Dizem que até os sete anos,a criança enxerga e as vezes conversa com sua Fada Madrinha.

Se enganam as pessoas que pensam que as fadas são todas bonitinhas e arrumadinhas, pois existem todos tipos que possa imaginar, gordas, magrelas, altas, nanicas, feias, belas, educadas e mal-educadas, arrumadas e rotas.

Mas a Fada Madrinha geralmente está bem arrumada, pois se prepara para ser visualizada por seu recém-nascido.

Acredite ou não, ao redor de todo berço existe uma fada, então tente respeitar o serviço dela e se puder agradeça sua presença.

Você só tem a ganhar…

Você sabe que tipo de Bruxa é?

Diferentes tipos de bruxas


Para quem não sabe, as bruxas se dividem em tipos diferentes, com suas preferências na realização de magias e formas de reverenciar sua fé.

Todas voltadas à Mãe Natureza, à Deusa e ao Deus, mas com estilos diferenciados.

Se você ainda não sabe que tipo de Bruxa você é, veja aqui as mais comuns ou mais comentadas.

Bruxa Cerimonial: Uma pessoa que combina as práticas de bruxaria e magia cerimonial. São os que mais freqüentemente usam uma combinação de disciplinas e geralmente enfatizam cabala ou magia egípcia em seus rituais.

Bruxa Ecletica: Uma abordagem individual na qual a bruxa escolhe a partir de diferentes tradições e cria um formulário personalizado de bruxaria que atenda às suas necessidades e capacidades individuais. Elas não seguem uma determinada religião ou tradição, mas estudam e aprendem muitos sistemas diferentes e usam o que funciona melhor para elas.

Fada Bruxa: Uma bruxa eclética, que procura entrar em comunhão com os povos do país das fadas e espíritos da natureza em seus trabalhos magia. Elas não têm nenhuma organização ou tradição e desenvolveram a sua própria vontade através da prática comum. (Não confundir com a bruxa verde)

Bruxa Verde: Uma praticante de feitiçaria cujo foco é a utilização de artigos naturais e lugares meio à natureza. O objetivo da bruxa verde é a realização mágica através da comunhão com a Mãe Natureza e utilizar as suas energias.

Bruxa Xamã; é um caminho de natureza xamânica, uma vez que são praticantes de uma espiritualidade na Terra. Elas se engajam em voo espiritual e na viagem para o “Outro Mundo”. Elas podem, nessa qualidade, serem parteiras e curandeiras. Em aldeia elas representam o limite que existe entre este mundo e o mundo espiritual.

Bruxa Hereditária: Conhecida como uma tradição de família de bruxas, ela é alguém que foi ensinado “Os Velhos Caminhos”, como uma tradição transmitida através das gerações de sua família. Embora você possa ter nascido em uma família com a tradição, você não necessita de ser uma bruxa, precisa de conscientização e uma aceitação do que é necessário para se tornar uma bruxa.

Bruxa de Cozinha: Uma praticante de feitiçaria, que usa as ferramentas da cozinha para trabalhar suas magias e criar seus rituais, e que lida com o lado prático da religião, magia, e os Elementos da Terra. Algumas pessoas que ouvem o termo “cozinha da bruxa” podem pensar que é uma arte magica de cozinhar, mas é muito mais. É sobre a descoberta do sagrado nas tarefas diárias, não importa o quão banais que possam parecer ser. Um tipo mais popular de feitiçaria, é sobre como trabalhar com as energias da natureza para fazer a cozinha e a casa num lugar seguro e sagrado.

Bruxa Solitária: Esta é aquela que pratica sozinha suas magias, sem um coven e sem seguir nenhuma tradição em particular. Às vezes, elas estão entre essa classe de bruxas naturais cujas habilidades foram desenvolvidas em vidas anteriores. Existe uma lenda entre os bruxos que, após praticar por várias vidas, o conhecimento da “arte” é despertada quando se passa a puberdade.

E então!!! Já se identificou???

Como fazer amizade com as Fadas

O Mundo das Fadas

Para mostrar sua devoção as fadas e para ajudar a atraí-las, você pode criar um santuário para elas.

Este pode ser grande ou pequeno, você decide o que quer ou precisa como altar.

O importante é o cuidado desse espaço sagrado.

Ao criá-lo você está dizendo ao universo que deseja servir e honrar o país das fadas.

Um altar propicia um encontro entre os mundos, para comunicar necessidades e emoções, e para honrar as fadas que escolhem compartilhar com você.

Isso também fornece fadas um lugar de foco, onde eles podem descansar e se sentir seguros em nosso mundo.

Este é o lugar onde eles podem visitá-lo em particular e onde você pode dar-lhes presentes e outras ofertas.

Mas o local tem que ser muito seguro, onde ninguém irá desrespeitar ou interferir neste contato tão pessoal.

Onde e quando colocar um altar

Os altares podem ser erguidos no interior ou no exterior, ou até mesmo combinado com outros altares enquanto a área reservada para fada é claramente marcada.

Um altar ao ar livre deve estar em um lugar onde os vizinhos não vejam passem perto.

Seu jardim é um local ideal se for seguro, pois tudo que você precisa já está lá, exceto uma tigela de oferta.

Outro local perfeito para um altar é em uma clareira protegida por árvores e arbustos. Estas já são casas de fadas por natureza e fazer este lugar protegido, as fadas serão gratas.

As fadas preferem ter os seus dons apresentados dentro de sua casa, quando se sentem seguras.

Na lareira caso tenha uma, próximo a janela de seu quarto ou da cozinha, menos em banheiro, ok.

Varandas e sacadas também funcionam como jardins para elas.

Em último caso, no topo de um armário elas se sentem reservadas.

Mas o legal é tentar deixá-las em contato fácil com o ar livre, para que possam ir e vir sem dificuldades.

O que você vai precisar:

Seu altar de fada deve conter três coisas principais:

1. Um lugar para fazer ofertas de fadas tipo moedas, pedras, utensílios pequenos, etc;

2. Uma representação de um dos quatro elementos de fadas para descansar, uma pedra, bacia de água pequena e sempre limpa, ou a vela, por exemplo;

3. Uma representação de fadas propriamente ditas, tais como plantas que pertencem a elas, vidrinhos de perfumes, estátuas ou imagens em miniaturas.

Estes elementos estando no lugar do altar, sendo que você foi bem criativo, plantas com flores, pedrinhas de vidro brilhante, superfícies refletoras (fadas gostam de olhar para si próprias), uma vela, gotas de óleo essencial, cristais, plumas e purpurina, as conchas, cascas e galhos…

Hora de inaugurar:

Acenda a vela e diga;

“Amadas e Belas Fadas,

Tragam para conhecer seu Lar,

Djin e Titânia.

Sejam Bem Vindas,

Eu acredito em Fadas,

E com respeito as tratarei!”

Com o tempo você vai descobrindo se será uma ou mais fadas visitantes, e lembre-se de redecorar sempre este altar.

Divirta-se com ele e seja amigo(a) das fadas!

Magia da Fada Madrinha

Pode acreditar!

Assim como existe Anjo da Guarda, existe Fada Madrinha também.

Estes seres maravilhosos não atuam na sua vida se você não autorizar ou pedir.

Eles trabalham com regras e respeitando o livre arbítrio, então não podem agir se não forem escalados em nossos desejos, entende?

Veja bem, ela está lá, a espera para te ajudar, é só pedir.

E tem umas fadas que nem atuam na vida de seu afilhado por falta de crença do próprio.

Passe a lembrar que ela existe e precisa trabalhar por você.

Faça um ritual de contato:

Em uma noite tranquila, reserve um local onde não será incomodado(a).

Deixe apenas a luz de velas, e com incenso também (tudo a seu gosto).

Sente-se, relaxe e respire pausadamente.

Quando sentir tranquilidade, comece a pensar em um ser brilhante e flutuante, e se precisar feche os olhos para imaginar.

Devagar faça contato e converse com esta luz brilhante, e conte que precisa da ajuda dela para solucionar seus problemas.

Se quiser diga quais são os problemas e já peça ajuda, e diga que sempre fará este contato para ela poder te ajudar mais vezes.

Pronto, você deu vida a sua fada madrinha, e acredite que ela pode te ajudar sim.

Faça pedidos para sua fada madrinha, com certeza ela precisa trabalhar por você.

Beijo cheio de pó mágico.

Dríades, as fadas da arvore!

Neste Universo existe uma realidade paralela, que os olhos dos humanos não conseguem exergar os seres fantásticos existentes na natureza e suas mensagens.

Segundo Antigas Lendas Gregas e Romanas, as Dríades eram as Ninfas das Árvores, Bosques e Florestas.

São Fadas que vivem até hoje ligadas à Árvore em que nascem até evoluirem por completo, ou seja, para o nosso melhor entendimento até ” morrerem “.

Dríades são Espíritos Femininos que habitam as Árvores, tornando-se parte das mesmas e Guardiãs da Natureza.

Seus corpos são extremamente belos e ao mesmo tempo estranhos aos olhos Humanos.

Da cintura para cima são belíssimas Mulheres com longos e sedosos cabelos esverdeados como folhas e apresentam seios volumosos.

Seus olhos são extremamente faiscantes e dourados como o Sol, suas vozes maviosas e suaves são capazes de encantar qualquer Mortal.

Da cintura para baixo porém, seus sinuosos corpos começam a se fundir com a estrutura da Árvore da qual fazem parte, unindo seus belos membros até as raízes da Planta.

Dríades adoram cantar e dançar ondulando seus braços ao som de melodias do Reino Etérico, que chegam aos seus ouvidos por delicadas lufadas de Ar, trazidas normalmente por Silfos e outras Fadas.

Como sempre foram jovens de rara e eterna beleza, desde a Antiguidade Grega eram frequentemente cortejadas pelo Deus Apolo.

As Lendas dos Antigos Druídas, afirmam que ao cortar uma Árvore podería-se ouvir a longas distâncias os gritos de dor e agonia de uma Dríade ao ” morrer “.

Estas sedutoras criaturas, contudo desde os mais remotos tempos continuam a crescer em lugares onde o Homem dificilmente poderá encontrá-las. Mesmo com este temor, elas ainda prosseguem em sua Missão Dévica de proteger a Natureza, não somente para o Reino Encantado como também para nosso Reino Mortal e preservação do Planeta Terra.

Abrace uma árvore hoje mesmo, tire seus sapatos e pise na terra ao redor da árvore, abrace-a e sinta o resultado. Imprecionante a sensação do contato com as Dríades.

GIRLE

Magia da Fada de Outubro.

Assim como existem os planetas dos meses, os Deuses e Deusas de cada mês, cores adequadas, o Santo e Anjo Guardião, signos, etc… Não poderia faltar nossas lindas amigas Fadas. Veja qual Fada te ajudará em cada mês do ano:

MÊS: OUTUBRO
FADA: GIRLE

Girle é uma fada doméstica, que aparece unicamente à noite para ajudar a completar os trabalhos que os fazendeiros deixaram de concluir durante suas tarefas diárias.

Está diretamente associada com a prosperidade das famílias que escolhem para viver.

Deve ser invocada sempre que estivermos passando por um grave problema financeiro.

Ritual:

Faça ou compre um pão pequeno coberto com sementes de gergelim e deixe sobre a mesa da cozinha em uma cestinha ou prato branco.

Mas antes, chame-a pelo nome e conte-lhe sobre as dificuldades que passa no momento, pode conversar como se ela estivesse por perto e te escutando.

Deixe o pão de um dia para outro na sua cozinha, e quando sentir o momento certo, enterre o pão em um vaso de sua casa.

MÊS: SETEMBRO

FADA: FIEMME

Fiemme é a fada protetora das crianças, amante do fogo, que adora fazer fogueiras com ervas aromáticas para perfumar o mundo.

Ritual:

Recolha fios de cabelo de seu filho ou filha de uma escova.

Confeccione uma vela derretendo parafina em banho-maria, colocando dentro os fios de cabelo e invocando a fada Fiemme para protegê-lo(a).

Quando terminada a vela leve-a até o quarto de seu filho(a), quando ele(a) não estiver, mas ainda não a acenda, deixe em um cantinho por cinco dias.

Somente no quinto dia deve acendê-la quando seu filho(a) não estiver em casa.

A vela se consumirá rapidamente e você nesse momento deve mentalizar todo seu amor por ele(a) e pedir que a fada o(a) proteja de qualquer dano físico, deixe a vela queimar até acabar.

Para adicionar mais proteção à toda sua família, acenda uma vela laranja, oferecendo à Fiemme, próximo à entrada da casa pelo lado de dentro e visualize um dragão adormecido com seu corpo verde enroscado em torno da sua casa. Deixe a vela terminar de queimar totalmente.