Magia Zen

Atração do Amor Universal Místico e Esotérico

AS CORES DO NATAL!
As cores alegóricas de Natal estão em vermelho e verde.
O Vermelho simboliza o sacrifício do Salvador da humanidade.
Verde é a cor do pinheiro, que com suas pontas voltadas para o céu, representa a luz e a vida eterna.

AS ESTRELAS DE NATAL!
A estrela representa os três Reis Magos, guiados por elas. Simboliza
o anúncio do nascimento de Jesus, a brilhar esperança da humanidade.
A estrela é o brilho eterno nos corações, e o interno de todas pessoas!

OS SINOS DE NATAL!
Os Sinos chamam-nos a adorar, e lembrar-nos de o anúncio
jubiloso angelical do nascimento de Cristo aos pastores.
É o som do Natal, pois ao ouvir os sinos lembramos do Papai Noel, das renas, e da infância cercada de sonhos e encantos.

AS VELAS DE NATAL!
As Velas de Natal são para cristãos o significado da Fé, acender velas lembram-nos que Jesus é a luz do mundo, a luz que devemos seguir. A Luz do caminho do amor universal.

AS GRINALDAS DE NATAL!
As Grinaldas no Natal simbolizam a coroa de flores, o círculo que nunca deixa terminar o amor de Deus. No Natal as grinaldas são tradicionalmente feitas com galhos secos de pinheiros no círculo inicial e depois enfeitada com outros simbolos. Simbolizam a Vida.

AS MEIAS DE NATAL!
Meias Natal tiveram conhecimento de acordo com um velho conto, em que três meninas pobres que estavam na extrema necessidade de dinheiro para comprar os seus dotes de casamento, haviam colocado suas meias penduradas para secar pelo fogo de uma lareira. São Nicolau – nosso primeiro Santa Claus, Papai Noel ficou sabendo de suas necessidades, e deixou uma moedas de ouro em cada meia.

A ÁRVORE DE NATAL!
Todos os povos usaram a árvore como um símbolo forte em suas tradições, isso desde egipcios, gregos, romanos. Mas vou resumir da parte que ela surgiu como simbolo de Natal.
Na idade média, alemães e escandinavos colocavam os pinheiros dentro de casa ou na porta para mostrar esperança na próxima Primavera.
Lendas dizem que Martin Luther começou a tradição de decorar árvores para comemorar Natal, por volta do ano de 1500.
Em 1900, uma em cada cinco famílias americanas tinha uma árvore de Natal, e 20 anos mais tarde, o costume era quase universal.
Uma das evoluções da árvore foi no paganismo, que deram o costume dos presentes embaixo da árvore, pois acreditavam que colocando pequenos presentes e alimentos aos pés dos pinheiros, presenteariam a Mãe Natureza!

 

UM MARAVILHOSO NATAL!!!